Destaque

quarta-feira, 16 de maio de 2018

A Filosofia do Bonsai: uma história de superação



Obra traz detalhes da vida de Alexandre Tagawa, que após descobrir quem era sua verdadeira mãe e sem nunca conhecer o pai, dá uma reviravolta e, de adolescente rebelde, se transforma em um empresário de sucesso

"Toda grande caminhada começa com um simples passo". (Buda)

O publicitário, empresário e autor da obra A Filosofia do Bonsai, Alexandre Tagawa, nunca conheceu seu pai. Ele cresceu acreditando ser filho de sua avó, sem saber que, na verdade, sua “irmã” era sua verdadeira mãe. Na obra, lançada pela Editora Vidaria, ele relata sua jornada permeada em lidar com a dor da ausência e a forma que encontrou para superar adversidades e conseguir viver em equilíbrio. A ajuda veio de uma fonte inspiradora: o encontro com a Filosofia do Bonsai, um conjunto de práticas para o cuidado do corpo, mente e alma.

O livro é dividido em três partes que representam os pilares da Filosofia do Bonsai: raiz, tronco e copa. Em cada uma, Tagawa relata passagens de sua vida, desde os momentos de rebeldia na adolescência envolvendo roubos de carro, a descoberta da verdadeira mãe, a mudança para o Japão até a vida adulta, o casamento, as tentativas de se tornar um empresário e a descoberta de uma grave doença.

— Você sabe quem é a sua mãe?

Estávamos no carro, a caminho da minha escola, quando minha tia me fez esta pergunta. Era 1985, ano que, aliás, não consta no meu histórico escolar. Há uma lacuna no documento, como se aquele período não tivesse existido na minha vida. De 1984, pula direto para 1986. Quem já repetiu de ano sabe muito bem o que isso significa. Confuso com a pergunta inesperada, automaticamente respondi um “não” meio inseguro.

No livro, Tagawa revela detalhes de como conseguiu sair do buraco e se reerguer, não só no que se refere a aspectos pessoais, mas também profissionais. Ele, que se tornou dono de uma agência de publicidade, desfez várias sociedades e já esteve perto de uma grande falência em sua trajetória empreendedora. Diante de cada queda, o protagonista sentia a necessidade de encontrar uma filosofia em que acreditasse. Foi quando o bonsai apareceu em sua vida. A árvore representativa do Bonsai se tornou o logotipo da agência e, curiosamente, mudou não apenas a história da empresa mas, sobretudo, a dele.

O empresário montou na própria agência um jardim de bonsai e um altar, com porta-incenso (relacionado à reverência aos antepassados e à impermanência da vida), pedras de quartzo (a branca ou transparente significa força de cura e equilíbrio dos elementos do corpo; a rosa significa bondade, felicidade e amor), gongo (transmite a sensação de cura terapêutica pelo som), buda (iluminação) e espada de samurai. Também na recepção há um aquário com carpas. Acredita-se que elas trazem alegria e prosperidade.

Quando pedi o job para minha equipe de criação eu jamais imaginaria que o símbolo de uma árvore em miniatura iria me inspirar a ponto de transformar verdadeiramente a minha vida. Mas foi isso que aconteceu. Até tentei implantar as mudanças dentro da empresa, mas aprendi que a filosofia veio para mim. É o presente que ganhei do Universo. Entendi que, antes de tentar mudar qualquer coisa externa, preciso primeiro mudar a mim mesmo.

A Filosofia do Bonsai aborda temas que vão além da rejeição dos pais, como a importância de cuidar do corpo e da mente, os benefícios da meditação, os conceitos sobre o bonsai, os caminhos para se tornar um líder e empreendedor de sucesso, a violência urbana, a persistência frente aos desafios, a resiliência e a superação. Os leitores irão se surpreender com a história de Tagawa, que de um adolescente rebelde e visto como “sem futuro”, tornou-se proprietário de uma agência de publicidade que é referência no mercado, além de palestrante motivacional.

Ficha técnica:
ISBN: 978-85-54922-01-6
Formato: 22,5 X 15 cm
Número de páginas: 206
Preço: R$ 29,90

Sobre o autor: Alexandre Tagawa é empresário, publicitário e palestrante. Nascido na capital paulista, aos 17 anos mudou-se para o Japão para trabalhar em fábricas como dekassegui (trabalho distante da terra natal). Na volta ao Brasil, atuou como fotógrafo e se tornou empreendedor. Hoje é sócio-fundador da Tagawa Propaganda, agência referência no mercado imobiliário e na educação, com mais de 500 campanhas publicitárias realizadas ao longo de seus 20 anos. Tagawa também ministra palestras sobre autoconhecimento e bem-estar, incentivando milhares de pessoas a buscarem equilíbrio entre corpo, mente e alma. Diariamente pratica meditação, mantém o foco na alimentação saudável e nos exercícios físicos e se diverte levando sua filha para a escola de bicicleta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário