Destaque

terça-feira, 29 de maio de 2018

Conhece as polêmicas da globalização?


A Arte de Pertencer, livro escrito pelo filósofo social e humanista Fernando Moraes sugere contradições no conceito de globalização

A globalização proporcionou ao mundo a quebra das fronteiras entre os países. Por outro lado, ao invés da sociedade se tornar mais solidária e tolerante ao diferente, após o advento das redes sociais acontece o contrário.

Para Fernando Moraes, assim como para o grande sociólogo Bauman, as pessoas precisam passar mais tempo no real do que no virtual, para que elas tomem consciência do social e possam mudar o mundo. Se estão desconectados da realidade, também estão desconectados dos problemas que o cercam.

Hoje, quase tudo é intermediado pela internet. Pelas redes sociais concentrarem as pessoas em uma bolha de opinião ao selecionarem apenas as notícias de seu interesse e posicionamento, a intolerância ao diferente se manifesta. No Brasil, por exemplo, uma pesquisa feita pela iniciativa “Comunica que Muda” daAgencia Nova/sb,  mostrou que em 393.284 menções a uma publicação, 84% são mensagens negativas.

O autor Fernando Moraes escreveu o livro A Arte de Pertencer com base no conceito do pertencimento, ou seja, o reconhecimento do outro como igual. Em cima disso, ele traz reflexões sobre cidadania, preconceito e aceitação. 

Fernando mesmo já realizou diversas ações no campo missionário em comunidades pobres e coloca o seus pensamentos e algumas das fotos que recheiam a obra. Como ativista da ONU e concordante de Bauman, ele contesta o mundo líquido e essa sociedade do consumo e imediatismo, também agravado pelas redes sociais.
Fonte dos dados: http://www.comunicaquemuda.com.br/

Ficha Técnica
Autor: Fernando Moraes
Título: A arte de pertencer
ISBN: 9788581636870
Editora: Novo Século
Páginas: 128
Preço: R$ 34,90

Sobre o livro: Em tempos modernos, as relações sociais se referenciam cada vez mais pelas redes virtuais e pelos códigos de consumo. Diante da força do Ter pelo Ter, o Ser se esvazia. Tudo passa a se definir pelo que se ‘tem’ e não pelo que se ’e’. “A Arte de Pertencer”, do professor e gestor público Fernando Moraes, é um livro que faz pensar. O simples fato de ser parte de um lugar ‘humano’ desperta a sensação de viver em uma comunidade, com o poder de interferir e participar ativamente na construção de um Novo Estado de Convivência Social. Uma reflexão comprometida com as coisas que fazem a vida valer a pena


SOBRE O AUTOR  Fernando Moraes é Filósofo Social e humanista, inquieto e curioso. Cursou Ciências Sociais, Filosofia, Teologia e Direito. É especialista em Elaboração e Gerenciamento de Projetos Sociais e professor universitário. Já realizou muitos trabalhos no campo missionário em comunidades pobres. Foi Consultor Social da OIKOS Portugal – Cooperação e Desenvolvimento em Angola (Luanda e Huíla), no Projecto Jango, em 2007 e 2008; foi consultor da Adra (Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais) na Bahia e na Amazônia, para projetos sociais e de formação de lideranças no Sertão. Foi ainda Secretário Municipal de Desenvolvimento Social e também Secretário da Educação da cidade de Hortolândia (SP). Fernando Moraes é palestrante nos temas cidadania ativa, protagonismo social e comunitário, responsabilidade pessoal, civil e social, voluntariado alterativo, desenvolvimento como conceito de totalidade e pertencimento social.

Nenhum comentário:

Postar um comentário