Destaque

terça-feira, 5 de junho de 2018

Comportamento: HIV e relacionamentos amorosos: É possível?


Em 2016, a OMS (Organização Mundial da Saúde) já registrava mais de 36 milhões de indivíduos ao redor do mundo com AIDS. Mesmo que essa seja uma doença séria no qual as pessoas precisam se prevenir, quando alguém é diagnosticado, não significa ser o fim da linha: com o devido tratamento essa pessoa pode ter uma vida normal.

São mais de 36,7 milhões de pessoas no mundo inteiro que vivem com a doença, segundo estatísticas da UNAIDS, e muitos soropositivos ainda sofrem com o preconceito, tem dificuldade para manter amizades ou relacionamentos. Porém, ao contrário do que alguns podem pensar, soropositivos podem ter pares românticos, fazer sexo com seus parceiros (claro que com a devida proteção) e vivem da mesma forma que o resto da sociedade.

Na arte é possível ver exemplos de personagens que resolveram deixar o amor vencer esse medo e discriminação. Na série de TV Lições de um Crime (no inglês How to get away with murder), o personagem do ator Jack Falahee, Connor, se choca ao descobrir que o parceiro sexual Oliver, interpretado por Conrad Ricamora, é soropositivo. Porém, ele resolve seguir a vida ao lado do namorado e superar as barreiras do preconceito para continuar com seu amor e buscar a felicidade.

Em sua obra mais recente, Babi A. Sette, uma das maiores escritoras de romance de época do país, conta em Senhorita Aurora uma história que foge dos assuntos de romances contemporâneos usuais. 

Intensa e emocionante, a narrativa envolve a AIDS e HIV, além de lidar com outros temas tabus e o preconceito com os soropositivos, induzindo quem lê a uma profunda reflexão sobre a sociedade atual e os estereótipos de relacionamentos que são tão difundidos na mídia.

Fontes: https://unaids.org.br/estatisticas/ e http://www.who.int/eportuguese/countries/bra/pt/

Ficha Técnica
Autor: Babi A. Sette
Título: Senhorita Aurora
ISBN: 978-85-7686-681-7
Editora: Verus
Páginas: 335
Preço: R$ 34,90

Sobre o livro: Uma história romântica e encantadora, com toque de humor e carregada de emoção, da mesma autora de Não me esqueças. Nicole é uma jovem bailarina e está prestes a realizar seu sonho: estrear no papel principal em uma peça na Companhia de Ballet de Londres. Tudo estaria perfeito se não fosse pela presença de um dos seus diretores, o temido Daniel Hunter, um maestro prodígio de temperamento difícil, com um humor sombrio e que desperta em Nicole sentimentos contraditórios. 

Quando uma tempestade de neve isola os dois em uma mansão centenária, Nicole e Daniel serão obrigados a encarar não apenas os segredos que atormentam o maestro, mas também uma paixão proibida — e avassaladora — que nasce entre eles. Entre a tão sonhada carreira na dança, um amor intenso como ela nunca sentiu e a própria segurança, Nicole se verá diante de escolhas que parecem impossíveis. E caberá a ela resgatar Daniel de seu próprio passado... Senhorita Aurora é um romance poderoso, tocante e perturbador, que mostra que todos merecem uma segunda chance, até mesmo alguém com fama de monstro


SOBRE A AUTORA  BABI A. SETTE começou a escrever romances há anos e não parou mais. Seu livro de estreia, “Entre o amor e o silêncio”, publicado pela Novo Século, teve a primeira edição esgotada em poucos meses. Em seguida, lançou “A promessa da rosa”, primeiro romance de época, parte da série “Flores da temporada”, seguido por “O Despertar do Lírio”. “Não me esqueças” foi seu primeiro livro publicado pelo sel Verus do Grupo Editorial Record, também editora de seu lançamento “Senhorita Aurora”. Formada em Comunicação Social, sente-se metade psicóloga, metade socióloga. Ama viajar, conhecer pessoas e descobrir lugares. Apaixonada por romances de época, jura que viveria feliz também no século XIX. Atualmente, mora em São Paulo com o marido, a filha, o cachorro, o gato e seus personagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário