Destaque

quinta-feira, 7 de junho de 2018

Último jogo de preparação de Portugal - Vitória (3-0) sobre a Argélia


Antes de partir para o Mundial da Rússia, e dentro do programa previamente agendado, Portugal mediu forças com a Argélia, outra seleção que estará presente no Mundial. Nos dois jogos anteriores dois empates (2-2 e 0-0), respectivamente, com a Tunísia e Bélgica.

A estreia de Portugal no Mundial ocorrerá no dia 15, medindo forças com a Espanha. E sabe-se que “nuestros Hermanos” fazem parte do lote dos favoritos ao título. Mas é sempre um Portugal-Espanha e tudo pode acontecer.


Portugal que, desta feita, contou com a presença de Cristiano Ronaldo e Rui Patrício, ambos a titulares, o que já era de esperar.
A Argélia que tem como treinador o conhecido Madjer, antigo campeão europeu pelo Futebol Clube do Porto. E também no seu onze o avançado Slimani que representou o Sporting Clube de Portugal. 

Portugal iniciou o jogo com Rui Patrício, Cédric, Pepe, Bruno Alves e  Rafael Guerreiro, William Carvalho, João Moutinho, Bernardo Silva, Bruno Fernandes, Cristiano Ronaldo, Gonçalo Guedes. 

Jogaram ainda: José Fonte, Mário Rui, Adrien Silva, Ricardo Quaresma, João Mário, André Silva.

Perante uma Argélia mais defensiva, Portugal entrou a dominar o jogo e viu, em corolário dessa mesma disposição, um golo mal anulado a Cristiano Ronaldo que não estava em posição irregular.
E Portugal, mantendo a mesma tónica atacante, chegou ao golo por intermédio de Gonçalo Guedes. Lance iniciado por William Carvalho, toque de cabeça de Bernardo Silva e Guedes a surgir rápido a desviar a bola do guardião argelino. Portugal fazendo jus a esse golo. Nada de surpreendente em função das facilidades que Portugal foi encontrando. E, de resto, Rui Patrício estava a ser um mero espectador do jogo. Aliás, pouca intensidade no jogo da Argélia. 
A partir dos 30 minutos, Portugal terá adormecido um pouco. E foi desta forma que Portugal sofreu o empate (2-2) com a Tunísia, depois de estar a vencer por 2-0. Coisas... Uma Argélia um pouco debilitada fisicamente, sequelas do Ramadão.
E Portugal tinha mesmo que chegar a mais um golo. E assim foi com a chancela do sportinguista Bruno Fernandes, a cruzamento certeiro de Cristiano Ronaldo. E temos que dizer que foram muitos os ameaços de Portugal junto da área de jurisdição do sector defensivo da Argélia. Portugal com "motores quentes" na noite fria e chuvosa de Lisboa, concretamente no Estádio da Luz.
Na etapa complementar, Portugal manteve a mesma disposição atacante, o mesmo que dizer o domínio do jogo continuava bem patente. E assim veio o terceiro golo apontado por Gonçalo  Guedes que bisava na partida. Um golaço, sem dúvida alguma. Gonçalo Guedes uma seta apontada à baliza da Argélia. Deve fazer dupla com CR7 no jogo frente à Espanha, o próximo que se segue e já a contar para o Mundial-2018.
Portugal sempre pressionante, mas a falhar alguns golos, mas também é certo que  codicia foi coisa que não faltou. E Cristiano Ronaldo com fome (e ansiedade) de golo, mas, nesse sentido, a figura da noite foi Gonçalo Guedes. E Cristiano Ronaldo, na ponta final da partida, acabaria por ser substituído por André Silva. 
Na noite fria e chuvosa de Lisboa, um, dois, três, foi a conta que Portugal fez.
Com a Bélgica (0-0) e hoje ante a Argélia, Portugal com dois bons testes.





















                                                     

Nenhum comentário:

Postar um comentário