Destaque

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Obra faz os leitores refletirem sobre a importância da família

A Busca, livro publicado pela editora Boa Nova, emociona com a história de Dinho, 
um órfão que luta pelo grande sonho de conhecer os pais

A editora Boa Nova lança A Busca, de Cleber Galhardi, em que conta a história de Dinho, 11 anos, morador de um lar para crianças. Com relatos do próprio menino, a narrativa se passa em um orfanato, no qual estuda e aprende lições de vida com seus amigos.

A trajetória de Dinho irá instigar um sentimento de gratidão nas pessoas que têm a sorte de ter uma família e o aconchego de uma casa segura e feliz. Por mais que os responsáveis pelo lar façam o possível para que órfãos sintam-se aconchegados, a mãe e o pai são essenciais para o desenvolvimento de um indivíduo.

O pequeno personagem chegou ao abrigo muito doente e após os cuidados dos “tios” e “tias”, como ele chama, se transformou em um garoto inteligente e carinhoso.

Ele conta todo o cotidiano dentro do “Lar Esperança”, diz que os cuidadores são muito legais, mas educam quando necessário chamando a atenção das crianças quando o assunto é importante.

Apesar de ser muito grato por tudo que fizeram por ele, como a maioria dos meninos órfãos, quer conhecer seus pais e descobrir sua história. Este é um grande sonho de Dinho e seu principal objetivo com ele é ter uma família.

Cheguei aqui muito pequeno, por isso não me lembro de nada. Os tios evitam falar sobre nosso passado. Dizem que é para eu aguardar que, na hora certa, irei conhecer minha família.
Tenho certeza de que minha mãe é linda! Fico imaginando que ela é muito carinhosa, daquelas mães que enchem a gente de beijo.

Dinho sente uma carência imensa e uma saudade de quem não conhece. E sua busca pelos pais vai encantar os leitores e fazer com que reflitam sobre o valor de uma família.

Cleber Galhardi
Gênero: Juvenil
Formato: 16x23 cm
Páginas: 96 
Preço de capa:R$19,90
ISBN: 978-85-8353-075-6

Sobre a Boa Nova Editora:
Em 1997, com o objetivo em atender o público espírita e espiritualista, surgiu a Boa Nova Editora que alcançou, logo nos primeiros anos, prestígio, reconhecimento e projeção nacional. A primeira publicação da editora foi o livro “Céu Azul”, psicografado por Célia Xavier de Camargo, seguida pelo best-seller “Renovando Atitudes”, psicografado por Francisco do Espírito Santo Neto. Hoje, com mais de dois milhões de livros impressos, a Editora Boa Nova é referência de sucessos editoriais. São romances, roteiros de estudo doutrinários, livros infantis e infanto-juvenis, assim como as obras básicas do Espiritismo e outras filosóficas que visam contribuir com o desenvolvimento espiritual e cultural de seus leitores. Paralelamente aos trabalhos doutrinários, e conscientes de seu papel social, os médiuns e escritores que atuam junto à Boa Nova fazem com que os recursos obtidos com a venda de suas publicações sejam revertidos para diversos projetos sociais e assistenciais, inclusive, para a manutenção das atividades da Sociedade Espírita Boa Nova.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis