Destaque

sábado, 20 de outubro de 2018

Bestas e incríveis criações: a ética e a ciência


Via Leitura relança clássico da ficção científica que estava sem edição no Brasil

Ele desembarcou em terra fértil e perigosa! Antes disso a ficção científica nunca tinha visto nada parecido, antiético ou mesmo impressionante. Charles Prendick naufraga e participa de uma expedição a uma ilha que ameaça sua liberdade e sua sanidade mental.

Publicado em 1896, A Ilha do Dr. Moreau já estava sem edição no Brasil e o selo Via Leitura, da Editora Edipro, não podia deixar este exemplar de lado em uma coleção que há quatro anos encanta os amantes da literatura clássica.

A obra, de H. G. Wells, apresenta um médico obcecado pela ideia de transformar animais em homens. Porém, não se tratam apenas de experimentações científicas. O enredo traz à tona temas como a religião, a Teoria da Evolução e a ética na ciência. E, a partir dessas abordagens, o pai da ficção científica expõe suas críticas sociais.

Após ser levado à pequena ilha do Pacífico, Charles Prendick conhece o médico Moreau, expulso da Inglaterra por suas polêmicas experiências de vivissecação de animais. As experimentações facilmente fariam parte dos conhecidos Freak Shows, eram criaturas bestiais com uma aparência desconfortavelmente humana.

Narrado em primeira pessoa, o livro transmite ao leitor as aflições de conhecer os segredos do médico lunático e inteligente o suficiente para buscar na ciência a espécie perfeita, com a destreza dos animais selvagens e a inteligência e beleza do ser humano.

A Ilha do Dr. Moreau teve duas adaptações para o cinema (1977 e 1996), sendo a última estrelada por Marlon Brando e mais de cem anos após sua publicação, ainda se mostra um dos livros mais representativos da ficção científica.

Ficha técnica:
Editora: Via Leitura
Assunto: Literatura
Tradutor: Laurent de Saes
Preço: R$ 35,00
ISBN: 9788567097619
Edição: 1ª edição, 2018
Tamanho: 14x21 cm
Número de páginas: 144

Sobre o autor: H. G. Wells (1866-1946) estudou biologia que foi fundadora no desenvolvimento dos temas de que o escritor londrino trataria em seus romances, tornando-se um pioneiro da ficção científica. Além de compor tramas inquietantes, como uma viagem no tempo ou invasões alienígenas, tratou em seus livros de temas que se mantêm atuais quase um século após sua morte, como a ameaça de guerra nuclear e a ética na manipulação genética. Também foi autor de romances fora do gênero da ficção científica e membro da Sociedade Fabiana, núcleo político britânico nascido no final do século XIX e que visava a conceder às classes trabalhadoras o controle dos meios de produção na Inglaterra.

2 comentários:

  1. Obrigada por alargar nosso conhecimento.

    ResponderExcluir
  2. Excelente livro de H. G. Wells. Já o li e aconselho para gosta de FC. E para quem não gosta também pois irá passar a gostar. 👍

    ResponderExcluir

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis