Destaque

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Edições Sesc São Paulo lançam Frechal, quilombo pioneiro no Brasil, de Christine Leidgens


Obra documenta a realidade social dos habitantes da primeira comunidade quilombola reconhecida no Brasil

Imagem e palavra se fundem para contar a história da escravidão brasileira em Frechal, quilombo pioneiro no Brasil: da escravidão ao reconhecimento de uma comunidade afrodescendente.

 A partir de uma experiência de seis anos vividos na comunidade quilombola Frechal, no estado do Maranhão, a fotógrafa belga Christine Leidgens testemunha, por meio de fotografias e depoimentos, a realidade social de seus habitantes.

Ao longo da obra, Christine traça um panorama histórico da jornada da comunidade desde o final do século XIX, com a abolição, até o momento em que os quilombolas obtiveram o reconhecimento legal de suas terras.

Símbolo de resistência contra a escravidão, Frechal foi a primeira das aproximadamente 4 mil comunidades remanescentes de quilombos no Brasil a obter reconhecimento oficial e garantir o pleno uso de sua terra, registrando-a como uma reserva extrativista. Esse marco abriu caminhos para que outras comunidades afrodescendentes conseguissem seu reconhecimento perante a sociedade brasileira.

Com artigos de intelectuais e antropólogos, como Kabengele Munanga, François Houtart, Henry Panhuys, Sergio Ferretti, Ilka Boaventura Leite e Petrônio Domingues, a obra analisa a importância de Frechal na luta pela cidadania e pela aceitação da diversidade étnica.

É esta obra fotomonográfica, durante anos carregada pela autora com o
amor e a abnegação com que se carrega uma criança, expressão do vitorioso combate dos habitantes de Frechal por sua terra-mãe, que temos a grande alegria de entregar à comunidade e também aos demais leitores.
Henry Panhuys, 
Pesquisador na Universidade do Litoral - Dunquerque na França

As publicações das Edições Sesc São Paulo podem ser adquiridas em todas as unidades do Sesc São Paulo (capital e interior), nas principais livrarias e também pelo portal www.sescsp.org.br/livraria

Os e-books das Edições Sesc São Paulo podem ser encontrados em livrarias virtuais como portal Sesc São Paulo, Amazon, Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Kobo e Apple Store 

SOBRE A AUTORA
Fotógrafa itinerante, Christine Leidgens nasceu na Bélgica e formou-se em ciências sociais na École Européenne, em Bruxelas, em fotografia na Fotography School, em New Haven (Estados Unidos), e em artes visuais na École Supérieure des Arts de l’Image Le ¬75, também em Bruxelas. Estudou políticas de desenvolvimento na Secretaria das Relações Exteriores da Bélgica e história e cultura do Brasil no Colégio América Latina, na cidade belga de Lovaina. Christine já expôs seus trabalhos em várias cidades da Europa e do Brasil, tendo, inclusive, feito mostra na Usina do Gasômetro durante o Fórum Social Mundial de Porto Alegre, em 2003.

SOBRE AS EDIÇÕES SESC SÃO PAULO
Pautadas pelo conceito de educação permanente e acesso à cultura, as Edições Sesc São Paulo publicam livros em diversas áreas do conhecimento. Em diálogo com a programação do Sesc, a editora apresenta um catálogo variado, voltado à preservação e à difusão de conteúdos sobre os múltiplos aspectos da contemporaneidade. Além dos títulos impressos, as Edições Sesc vêm convertendo seu catálogo em e-books que podem ser adquiridos em lojas virtuais como Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Amazon, Google Play e Apple Store.

Edições Sesc São Paulo | Comunicação 
Marina Pereira
(11) 2227-7452
marina@edicoes.sescsp.org.br
edições@edicoes.sescsp.org.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES

OS NOSSOS REDATORES PERMANENTES
clique na imagem para ver os perfis